sexta-feira, 5 de fevereiro de 2010

Vice


Há muito tempo que não me sentava calmamente em frente ao computador para soltar umas dicas sobre como viver tudo "à bruta" de forma sempre tão pouco saudável....
Mas hoje eis que renasce neste post um outro eu.... Vou deixar de metaforizar a vida com palavras que alimentam mentes mais auspiciosas optando por palavras mais reais, mais quadradas, menos interessantes e sem aquelas roupas bonitas com que as costumo vestir...
Nestes dias que tenho dedicado à arte do ócio (e não se riam pois nem todos sabem como ociar de forma tão espectacular como eu) reparei na importância dos vícios....
Os vícios são dos instrumentos mais utilizados pelas pessoas para fugir à monotonia da vida...Muitos deles desculpas para se fazer coisas que sempre quiseram, mas que uma consciência de pulso forte nunca deixou...
Ora vejamos o exemplo do alcóol!!!! Quantos de nós é que só conseguimos dizer aquelas palavras áquela pessoa porque estávamos com uns quantos whiskys em cima??? Pois é....
Quantos de nós só conseguiram saltar pa mesas de bares em boxers só porque estávamos com uns quantos shots, whiskys, cervejas e coisas afins a inundar a mente???( Nãaaaaaaaaaaaaaaaaaaao, não foi por experiência própria....)
Mas voltando ao tema e deixando felizes memórias para trás, o que posso dizer é que eu sou um fã aguerrido de vícios...São capazes de nos descontrolar, deixam-nos ansiosos se não os conseguimos satisfazer e acima de tudo criam das motivações mais fortes que o ser humano conhece...Existe lá motivação mais forte que satisfazer o nosso vício???
O que seria de um fumador se não pudesse adocicar o seu café com um cigarrinho???
O que seria do alcóolico se não pudesse passar pelo menos 20h a cambalear a mente pelo fantástico de uma bebedeira...
O que seria de um heroinómano se não tivesse um chuto que lhe percorra a corrente sanguínea até lhe dar um orgasmo sináptico de fazer rebentar a cabeça??????
Pois é.... E podem pensar que sou maluco em defender com unhas e dentes os vícios mas se repararem bem, a maioria das pessoas trabalha 73% da vida pa conseguir sustentar os seus vícios... Ou porque são consumistas e querem uma televisão do tamanho da parede, ou são adeptos do xuning e gastam o orçamento todo a transformar o carro numa nave igual à da Guerra das Estrelas....Mas não há problema nenhum nisso, porque isso acálma-lhes a líbido e deixa a felicidade e adrenalina escorrer-lhes do corpo!!!
Eu sou a favor da VIDA, sou a favor de tudo o que me faça suar das mãos e faça o meu coração bater mais forte....Um grande obrigado aos vícios por serem quem são e que continuem tão atraentes pa mente como sempre foram:-)

CÉUS NÃO EXISTEM, NÃO EXISTE INFERNO. O PRÉMIO DA VIRTUDE É A VIRTUDE, É CASTIGO DO VÍCIO O PRÓPRIO VÍCIO." (BOCAGE)

5 comentários:

Adriana disse...

"soudável" amigo?
Esses vícios arranham-te os neurónios todos!
Espero que os consigas manter! =D
Beijo*

Gabriel disse...

Pois a questão é mesmo essa! Todos os têm...os homens só são homens..supostamente inseridos na sociedade, porque têm vícios que lhes atenua aquela libído animal! A pequena diferença está no tipo de vícios que cada um têm...talvez vícios bem aceites aos olhos dos outros...talvez vícios repodiados por outros...
O importante é sentir a cabeça a "latejar";) de emoções... Contudo fica aqui uma dica para ti..prostituto de emoções... Haverá vício maior do que atingir um estado de alma capaz de sentir...viver...a transbordar...sem qualquer tipo de dominador da líbido?! Haverá melhor sensação que acordares todos os dias e dizeres a ti próprio que este é o dia!! O dia único e k nunca mais vai ser vivido!
Enfim...
Talvez um dia...ficamos encostados novamente naquela cama...a pensar sobre estes assuntos...talvez com menos vícios a possuirnos o cerebro!
Um eterno gosto pelo vício da nossa amizade!

Ruby disse...

Os vícios são uma bonita roupa para a cobardia sentimental.
Digo isto porque só me envolvo com homens com vícios e... só os tenho por causa dos vícios, só estão comigo quando antes estão com os vícios. Isto porque a sua cobardia estupidamente masculina não os deixa aproximarem-se de mim... sem vícios.

Devo agradecer aos vícios?

ineiiizi disse...

Também sou a favor de vícios... nao fosse eu uma pessoa de vícios!
E que melhor sítio para viciar, senão no meu posto de trabalho? =D

(ia tentar um comentario mais elaborado, mas pralem de nao escrever à muito tempo, o tico e o teco ainda estao a sofrer os efeitos secundarios dos vicios =p)

btw, nao sei se acredito que aquilo ali em cima nao foi por experiencia propria ^^ ehehe

The.bang.maker disse...

o hoje é o passado de amanhã...o passado fica... o elogio do efémero é como os vicios, um calor que nos aclama o fulgor de sensações..sem culpas.